Reflexão Natalina

Estou, novamente, pensando nos significados das coisas de ‘fim de ano’, no preço do brilho social, na serventia da variedade do sucesso, no poder avassalador do consumo, nas tramoias da política partidária e na falta de graça das fofocas televisivas. Estou, também, com algumas dúvidas sobre o que é melhor para o meu sossego, se devo viver preguiças, diminuir a militância reclamatória, ficar mais relaxado, mais alienado e curtir somente os mimos recebidos. Termino, dizendo que devo seguir o caminho do meio, que escolho aumentar a minha tolerância sobre as contradições das festas e que vou mergulhar no espírito do cristianismo. (Zeca Lemos, 24.12.2017)

4 comentários:

  1. Belo texto.
    Parabéns !!
    Zeca Lemos.

    Claudia Carvalho
    (24.12.2017)

    ResponderExcluir
  2. Olá, bom dia!
    Que os eventos desejados de alegria, benevolência e temperança sejam exitosos!
    Que haja sempre um berço cristão em nossas moradas!
    Que o Grande Salvador esteja no comando de nossas ações!
    Que o Espírito Natalino seja eternamente continuado!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Que riquezas da alma continuem em bons corações.
    Boas prosperidades permaneçam em cada passo e conduta de cada ser.
    Que sejamos envolvidos por luzes de estrelas.
    Paz na manjedoura de nascimento, numa bela noite de natal.
    Claudia Carvalho
    (25.12.2917)

    ResponderExcluir
  4. Espírito do Cristianismo... Fazer a Alma também descer do salto alto, aceitar a diversidade sem julgamentos, e fazer dos valores como respeito, solidariedade e amor ao próximo o nosso caminho para o crescimento Espiritual! Vamos ser estradas para a prática do bem!!! (Valéria Hazin)

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.